• +LIMEIRA

Ministério Público de Araras denuncia padre Leandro por abuso de menores

Religioso, que já é alvo de inquéritos nas cidades de Limeira e Americana, foi denunciado pelo promotor Luiz Alberto Segalla Bevilacqua .


O padre Pedro Leandro Ricardo foi novamente denunciado por abuso de menores. Desta vez, o religioso foi denunciado pelas acusações de abuso envolvendo uma criança e três adolescentes em Araras. A denúncia foi apresentada pelo promotor Luiz Alberto Segalla Bevilacqua, que atua em Limeira, mas está designado para duas Promotorias de Justiça de Araras.

Conforme a denúncia, os abusos teriam ocorrido entre os anos de 2002 e 2005 na Paróquia de São Francisco de Assis, em Araras. O padre foi denunciado pela prática de quatro crimes de atentado violento ao pudor, hoje considerado estupro. “O autor se valeu de sua autoridade como pároco com grave violência contra as vítimas que eram seus auxiliares (coroinhas). Os abusos se deram entre os anos de 2002 a 2005 e ainda não estão prescritos”, disse Bevilacqua.

O promotor explicou ainda que não pediu a prisão preventiva do padre, porque as vítimas não têm mais contato com ele desde que ele foi transferido de Araras para Americana – onde foi reitor e pároco da Basílica Santo Antônio de Pádua – e porque durante todo o inquérito ele esteve em liberdade e não atrapalhou as investigações.

Americana e Araras fazem parte da Diocese de Limeira, que era comandada pelo bispo emérito dom Vilson Dias de Oliveira, que foi substituído por dom José Roberto Fortes Palau, que assumirá oficialmente a diocese em 18 de janeiro do próximo ano.

Caso condenado, padre Leandro pode pegar de 24 a 40 anos de prisão.

0 visualização